facebook instagram

Com ensino de qualidade e professores de excelência, o Ensino Fundamental da Fundação Bahiana de Engenharia busca a percepção da aprendizagem com o método sociointeracionista, que simula experiências práticas para que o estudante tenha oportunidade de transferir o que aprendeu na escola para as situações da vida fora dela. Desta forma, aqui, a aprendizagem provoca alterações no comportamento e na formação do aluno, a fim de que o torne capaz de enfrentar e intervir criticamente na realidade da sociedade, valorizando a responsabilidade, o respeito e a cooperação.

Para alcançarmos tais objetivos, a cada unidade curricular desenvolvemos, junto aos alunos, projetos interdisciplinares que envolvem a interação e aprendizado na comunidade escolar. No primeiro trimestre, o SEMAC (Semana da Matemática e da Ciência) experimenta, usando a ludicidade em formato de gincana, a Matemática e as Ciências Naturais no dia-a-dia. Já no segundo trimestre, o Projeto Literário, envolvendo disciplinas de Língua Portuguesa, Teatro e Música, põe o aluno do 8º e 9º ano como protagonista em diversas linguagens, enquanto o projeto CIMOV (Cidadão em Movimento), que envolvem os alunos do 6º e 7º com as disciplinas da área de humanas (História, Geografia e Ciências Sociais) buscam a formação de cidadãos conscientes de seu papel na sociedade.

O terceiro bimestre também visa a interação do grupo escolar através do projeto Grandes Pequeninos, realizado pelos alunos do 6º e 7º com as disciplinas de Redação, Teatro e Música, fechando com chave de ouro a criatividade textual dos alunos através de uma apresentação teatral; já as turmas de 8º e 9º são desafiados pelo Campeonato de Robótica, em que o professor da disciplina Robótica apresenta as produções e desenvolvimentos tecnológicos dos alunos.

Além disso, há um grande caráter desportivo do Ensino Fundamental que já garantiu por vários anos consecutivos o primeiro lugar no FEEPS (Festival Esportivo de Escolas Particulares de Salvador), disputando com outras escolas reconhecidas, além do campeonato JIFUBE (Jogos Internos da Fundação Bahiana de Engenharia).

Nota-se, portanto, que toda essa excelência de ensino foi o principal incentivador de grandes avanços e conquistas dos estudantes, como a participação e ótimas colocações em eventos nacionais, como a OBM (Olimpíada Brasileira de Matemática) e o primeiro lugar no IFBA (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado da Bahia). Tais resultados só foram possíveis através do esforço e dedicação da Equipe FBE e dos alunos que se debruçam com afinco a todas as atividades sugeridas.

A Fundação Bahiana de Engenharia tem como proposta pedagógica no Ensino Médio, aprofundar o conhecimento a partir da relação da teoria com a prática, visando capacitar os seus jovens alunos para o trabalho e para o convívio social.

Nosso ensino tem como referência a Base Nacional Comum composta por três áreas: Linguagens; Códigos e tecnologias; Ciências da Natureza; Matemática e suas tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias. Para nos aproximarmos dessa referência, o nosso cronograma de avaliações é adaptado à proposta do ENEM, em que dispomos as disciplinas por área de conhecimento.

Com um corpo docente qualificado e focado no processo educacional, os educadores através de aulas contextualizadas e munidos das mais variadas ferramentas educacionais desenvolvem nos alunos o senso crítico e a capacidade de construir o seu próprio conhecimento.

A proposta pedagógica também está pautada na pedagogia de projetos que consiste em um método diversificado e prazeroso de construção de conhecimento. Ao longo do ano letivo são realizados dois projetos voltados à área de Linguagens, como o Sarau da FBE e o Projeto Literário.

O Sarau da FBE é uma atividade que tem como objetivo promover a integração do grupo, desenvolvendo assim formação cultural dos alunos. É importante salientar que o projeto busca desenvolver melhor o desempenho intelectual dos alunos enriquecendo assim a sua  bagagem cognitiva.

O Projeto Literário é uma atividade teatral que visa estimular a capacidade de interpretação
Diante dessa trajetória de ensino, muito se fez e muito se tem a fazer. Como dizia o filósofo e educador, John Dewey: “A educação é um processo social, é desenvolvimento. Não é a preparação para a vida, é a própria vida.”

OBJETIVO

Capacitar o Técnico de Nível Médio em Eletromecânica para executar o serviço de manutenção dos equipamentos eletromecânicos, reparando ou substituindo peças, fazendo ajustes e regulagem convenientes, utilizando ferramentas de medição e controle, para obter um funcionamento regular e eficiente.

Pretende-se, outrossim:

  • Capacitar para instalação de equipamentos elétricos, como motores, painéis, máquinas operatrizes;
  • Capacitar para estudar as características dos equipamentos a serem reparados, lendo e interpretando desenhos, esquemas, diagramas eletromecânicos;
  • Desenvolver técnicas para promover a execução dos serviços dentro dos padrões de qualidade e tempo exigidos;
  • Possibilitar aos alunos da educação profissional, ainda durante seu processo de formação, a vivência de situações que se concretizam, na perspectiva dos futuros empreendedores;
  • Valorizar, na educação profissional, componentes curriculares relacionados ao desenvolvimento de competências comportamentais;
  • Promover a adequação do perfil dos alunos às práticas de recrutamento correntes no mercado;
  • Utilizar metodologia que propicie o desenvolvimento de capacidades para desenvolver problemas novos, comunicar idéias, tomar decisões, ter iniciativa, ser criativo, ter autonomia intelectual e representar as regras de convivência democrática;
  • Desenvolver a educação profissional integrada às diferentes formas de educação ao trabalho, à ciência e à tecnologia e conduzir ao permanente desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva;
  • Possibilitar o atendimento das necessidades dos trabalhadores na construção de seus itinerários individuais que os conduzam a níveis mais elevados de competências profissionais;
  • Desenvolver as competências profissionais do técnico, através de ação conjunta dos profissionais do mundo do trabalho e profissionais da educação;
  • Possibilitar a avaliação, reconhecimento e certificação de conhecimento adquiridos na educação profissional, inclusive no trabalho para fins de prosseguimento e conclusão de estudos

REQUISITOS DE ACESSO

Será condições para o acesso ao curso:

I – Idade mínima de 16 anos;
II – Conclusão do Ensino médio;
III – Comprovação de matrícula no Ensino Médio e declaração do aluno ou do seu responsável de que estão cientes da necessidade da conclusão do Ensino Médio para poder receber o respectivo diploma;
IV – Conclusão de outra modalidade de Ensino Médio; e que tenha o domínio das competências básicas, como:
  • Compreender e saber usar a língua portuguesa como língua materna, para compreender leitura e saber interpretar textos e comunicar-se com o mundo exterior, emitindo o seu princípio crítico.
  • Domínio do cálculo e da ciência numerológica para desenvolvimento das ciências exatas, tais como matemática, física e química, etc.;
  • Saber conviver em grupos sociais e ser produtivo à sociedade a que pertence;
  • Saber compreender a sociedade e suas transformações, bem como o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas. 
PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO
 
Habilitação: TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA

O Técnico em Eletromecânica deverá ter alcançado, ao concluir o curso, as seguintes competências gerais:
  • Atuar no projeto e execução de instalações elétricas e mecânicas de equipamentos industriais conforme especificações técnicas, normas de segurança e com responsabilidade ambiental;
  • Exercer atividades de planejamento e execução da manutenção elétrica e mecânica de equipamentos industriais;
  • Atuar no projeto, instalação e manutenção de sistemas de acionamento elétrico e mecânico.
  • Além das competências gerais referidas, o Técnico em Eletromecânica deverá:
  • Correlacionar técnicas de manutenção com características de processos e equipamento;
  • Avaliar e planejar a qualificação de equipes de trabalho;
  • Adequar sistemas convencionais de produção a tecnologias atuais.
  • Atribuições/Responsabilidades
  • Avaliar a relação custo-benefício na manutenção de equipamentos e processos de produção;
  • Desenvolver projetos de manutenção, determinando a aplicação de técnicas e materiais necessários;
  • Desenvolver técnicas para a melhoria ou otimização dos processos de manutenção existentes, propondo a incorporação de tecnologias mais modernas;
  • Responsabilizar-se por equipes de trabalho que atuam na manutenção preventiva e corretiva; instalação de máquinas e equipamentos; equipes de segurança;
  • Executar projetos de manutenção e instalação;
  • Aplicar normas técnicas. 
 
PERFIS DE QUALIFICAÇÃO
 
Qualificação: Auxiliar de Montagem e Manutenção Elétrica

Ao concluir o Módulo I, o Auxiliar de Montagem e Manutenção Elétrica deverá:
  • Conhecer e avaliar materiais, equipamentos e dispositivos utilizados em instalações elétricas;
  • Interpretar legislação e normas técnicas referentes a processos, produtos de saúde e segurança no trabalho;
  • Interpretar esquemas elétricos.
  • Atribuições/Responsabilidades
  • Atuar em projetos e instalações de prédios residenciais e industriais;
  • Atuar na manutenção de instalações prediais e industriais;
  • Aplicar e fazer executar normas em segurança no trabalho;
  • Acompanhar a execução de projetos inerentes às instalações elétricas residenciais e industriais, segundo as normas técnicas;
  • Acompanhar as normas de higiene e segurança no trabalho. 
     
Qualificação: Operador de Técnico de Nível Médio em Eletromecânica

Ao concluir os módulos I e II, Operador Técnico de Nível Médio em Eletromecânica deverá:
  • Conhecer e avaliar características de equipamentos, máquinas e materiais;
  • Interpretar projetos, esquemas e diagramas, legislação e normas técnicas;
  • Conhecer e avaliar tipos de máquinas e equipamentos, utilizados em instalações elétricas. 
Atribuições/Responsabilidades
  • Instalar equipamentos elétricos (motores, painéis, máquinas operatrizes, etc.), seguindo normas técnicas;
  • Elaborar projetos, diagramas e esquemas elétricos, de acordo com as normas técnicas;
  • Aplicar técnicas de desenho técnico, obedecendo às normas técnicas, para a representação de esquemas e layouts de componentes eletroeletrônicos e instalações residenciais e prediais;
  • Desenvolver e treinar equipes para instalações de equipamentos eletromecânicos e para manutenção preventiva e corretiva de instalações residenciais e industriais;
  • Desenvolver diagramas e layouts;
  • Operar equipamentos eletromecânicos;
  • Interpretação de manuais de equipamentos eletroeletrônicos e eletromecânicos.

OBJETIVO

Capacitar o Técnico de Nível Médio em Eletrônica para executar tarefas de manutenção, instalação e produção de aparelhos, circuitos e outros equipamentos eletrônicos, orientando-se por plantas, esquemas, instruções e outros documentos específicos e utilizando instrumentos apropriados, para garantir o perfeito funcionamento dos mesmos.

Adicionalmente, pretende-se:

  • Capacitar para interpretar informação técnica associada a projetos de componentes e produtos eletrônicos;
  • Instrumentalizar para realizar o controle de qualidade de componentes e produtos eletrônicos segundo as normas vigentes na indústria;
  • Capacitar para identificar os limites de sua participação em um projeto e verificar a lógica recíproca entre o desenho e o processo de produção;
  • Possibilitar aos alunos da educação profissional, ainda durante seu processo de formação, a vivência de situações que se concretizam, na perspectiva dos futuros empregadores;
  • Valorizar, na educação profissional, componentes curriculares relacionados ao desenvolvimento de competências comportamentais;
  • Promover a adequação do perfil dos alunos às práticas de recrutamento correntes no mercado;
  • Utilizar metodologia que propicie o desenvolvimento de capacidades para desenvolver problemas novos, comunicar idéias, tomar decisões, ter iniciativa, ser criativo, ter autonomia intelectual e representar as regras de convivência democrática;
  • Desenvolver a educação profissional integrada às diferentes formas de educação ao trabalho, à ciência e à tecnologia e conduzir ao permanente desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva;
  • Possibilitar o atendimento das necessidades dos trabalhadores na construção de seus itinerários individuais, que conduzem a níveis mais elevados de competências profissionais;
  • Desenvolver as competências profissionais do técnico, através de ação conjunta dos profissionais do mundo do trabalho e profissionais da educação;
  • Possibilitar a avaliação, reconhecimento e certificação de conhecimento adquiridos na educação profissional, inclusive no trabalho para fins de prosseguimento e conclusão de estudos.
REQUISITOS DE ACESSO

Será condições para o acesso ao curso:
I – Idade mínima de 16 anos;

II – Conclusão do Ensino médio;

III – Comprovação de matrícula no Ensino Médio e declaração do aluno ou do seu responsável de que estão cientes da necessidade da conclusão do Ensino Médio para poder receber o respectivo diploma;

IV – Conclusão de outra modalidade de Ensino Médio; e que tenha o domínio das competências básicas, como:
Compreender e saber usar a língua portuguesa como língua materna, para compreender leitura e saber interpretar textos e comunicar-se com o mundo exterior, emitindo o seu princípio crítico.
  • Domínio do cálculo e da ciência numerológica para desenvolvimento das ciências exatas, tais como matemática, física e química, etc.;
  • Saber conviver em grupos sociais e ser produtivo à sociedade a que pertence;
  • Saber compreender a sociedade e suas transformações, bem como o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas. 
PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO

Habilitação: TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO EM ELETRÔNICA

O Técnico de Nível Médio em Eletrônica deverá ter alcançado, ao concluir o curso:
  • Coordenar e desenvolver equipes de trabalho que atuam na instalação, na produção e na manutenção, aplicando métodos e técnicas de gestão administrativa e de pessoas;
  • Aplicar normas técnicas de qualidade, saúde, segurança no trabalho e técnicas de controle de qualidade no processo industrial;
  • Aplicar normas técnicas e especificações de catálogos, manuais e tabelas em projetos, em processos de fabricação, na instalação de máquinas e de equipamentos e na manutenção industrial;
  • Aplicar métodos, processos e logística na produção, instalação e manutenção;
  • Elaborar projetos, leiautes, diagramas e esquemas, correlacionando-os com as normas técnicas e com os princípios científicos e tecnológicos;
  • Aplicar técnicas de medição e ensaios, visando à melhoria da qualidade de produtos e serviços da planta industrial;
  • Avaliar as características e propriedades dos materiais, insumos e elementos de máquinas, correlacionando-as com seus fundamentos matemáticos, físicos e químicos para a aplicação nos processos de controle de qualidade;
  • Desenvolver projetos de manutenção de instalações e de sistemas industriais, caracterizando e determinando aplicações de materiais, acessórios, dispositivos, instrumentos, equipamentos e máquinas;
  • Projetar melhorias nos sistemas convencionais de produção, instalação e manutenção, propondo incorporação de novas tecnologias;
  • Identificar os elementos de conversão, transformação, transporte e distribuição de energia, aplicando-os nos trabalhos de implantação e manutenção do processo produtivo;
  • Coordenar atividades de utilização e conservação de energia, propondo a racionalização de uso e de fontes alternativas.
  • Conhecer os princípios custo-benefício dos aspectos produtivos e de avaliar e analisar a influência de processos e de produtos no ambiente;
  • Correlacionar sistemas de gestão da produção;
  • Conhecer e interpretar legislação e normas técnicas referentes a processos, produtos de saúde e segurança no trabalho;
  • Interpretar projetos de manutenção de instalações e de sistemas industriais, caracterizando e determinando aplicações de materiais, acessórios, dispositivos, instrumentos, equipamentos e máquinas;
  • Conhecer e avaliar os princípios dos sistemas convencionais de produção, instalação e manutenção, propondo incorporação de novas tecnologias. 
  • Atribuições/Responsabilidades do Técnico de Nível Médio em Eletrônica
  • Avaliar as características e propriedades de materiais, insumos e elementos de máquinas, para aplicação nos processos de controle de qualidade;
  • Desenvolver projetos de manutenção de instalações e de sistemas industriais, caracterizando e determinando aplicações de materiais, acessórios, dispositivos, instrumentos, equipamentos e máquinas;
  • Considerar a relação custo-benefício na produção e execução de serviços;
  • Coordenar e desenvolver equipes de trabalho, aplicando métodos e técnicas de gestão administrativa e de pessoas;
  • Projetar melhorias nos sistemas convencionais de produção, instalação e manutenção, propondo incorporação de novas tecnologias;
  • Projetar, executar e interpretar projetos eletroeletrônicos e seguir as normas técnicas;
  • Reparar e operar equipamentos e produtos eletrônicos. 
Perfis de Conclusão das Qualificações

Ao concluir o Módulo I, o Instalador / Montador Eletroeletrônico deverá:
  • Conhecer normas técnicas de segurança no trabalho;
  • Interpretar projetos de instalações elétricas residenciais, prediais e industriais;
  • Interpretar planilhas de manutenção de equipamentos;
  • Correlacionar princípios de representação gráfica com fundamentos matemáticos e geométricos;
  • Identificar pontos de desperdício de energia e propor alternativas de soluções. 
Atribuições/Responsabilidades:
  • Aplicar e utilizar os métodos de conservação de energia;
  • Aplicar normas técnicas em segurança do trabalho;
  • Aplicar representação gráfica com fundamentos matemáticos e geométricos;
  • Aplicar técnicas de medições elétricas;
  • Atuar nas instalações elétricas residenciais, prediais e industriais;
  • Elaborar layout;
  • Elaborar planilhas de manutenção de equipamentos. 
 
 Qualificação: Operador / Reparador Eletroeletrônico

Ao concluir os módulos I e II, o Operador / Reparador Eletroeletrônico deverá:
  • Conhecer os princípios para elaborar projetos, diagramas e esquemas elétricos, relacionando-os com as normas técnicas e com os princípios científicos e tecnológicos;
  • Conhecer técnicas de desenho e de representação simbólica dos componentes elétricos e eletroeletrônicos;
  • Correlacionar propriedades dos equipamentos elétricos;
  • Interpretar as especificações de catálogos, manuais e tabelas em projetos, em processos de fabricação, na instalação de máquinas e de equipamentos. 
  • Atribuições/Responsabilidades:
  • Coordenar equipes para instalações e manutenções de máquinas e equipamentos;
  • Interpretar e colocar em funcionamento projetos, layout, diagramas e esquemas elétricos;
  • Operar e reparar equipamentos eletroeletrônicos seguindo as normas técnicas. 

OBJETIVO

Capacitar o Técnico de Nível Médio em Eletrotécnica para executar e acompanhar as instalações dos sistemas de energia elétrica predial e industrial, efetuando cálculos, ensaios e medições; bem como, a produção de documentos de controle específicos e das técnicas de automação elétrica. Promover o ensino e a pesquisa na área de eletricidade, contribuindo desta forma para uma melhoria na qualidade da mão-de-obra deste setor formando profissionais capacitados para desempenhar funções técnicas e administrativas ligadas ao setor de eletricidade.
 
Adicionalmente, pretende-se:
 

  • Coordenar e desenvolver equipes de trabalho que atuam na instalação, na produção e na manutenção, aplicando métodos e técnicas de gestão administrativa e de pessoas;
  • Aplicar normas técnicas de saúde e segurança no trabalho e de controle de qualidade no processo industrial;
  • Aplicar normas técnicas e especificações de catálogos, manuais e tabelas em projetos, em processos de fabricação, na instalação de máquinas e de equipamentos e na manutenção industrial;
  • Elaborar planilha de custos de fabricação e de manutenção de máquinas e equipamentos, considerando a relação custo e benefício;
  • Aplicar métodos, processos e logística na produção, instalação e manutenção;
  • Projetar produto, ferramentas, máquinas e equipamentos, utilizando técnicas de desenho e de representação gráfica com seus fundamentos matemáticos e geométricos;
  • Elaborar projetos, layouts, diagramas e esquemas, correlacionando-os com as normas técnicas e com os princípios científicos e tecnológicos;
  • Aplicar técnicas de medição e ensaios visando a melhoria da qualidade de produtos e serviços da planta industrial;
  • Avaliar as características e propriedades dos materiais, insumos e elementos de máquinas, correlacionando-as com seus fundamentos matemáticos, físicos e químicos para a aplicação nos processos de controle de qualidade;
  • Desenvolver projetos de manutenção de instalações e de sistemas industriais, caracterizando e determinando aplicações de materiais, acessórios, dispositivos, instrumentos, equipamentos e máquinas;
  • Projetar melhorias nos sistemas convencionais de produção, instalação e manutenção, propondo incorporação de novas tecnologias;
  • Identificar os elementos de conversão, transformação, transporte e distribuição de energia, aplicando-os nos trabalhos de implantação e manutenção do processo produtivo;
  • Coordenar atividades de utilização e conservação de energia, propondo a racionalização de uso e de fontes alternativas. 
 
REQUISITOS DE ACESSO

Será condições para o acesso ao curso:

I – Idade mínima de 16 anos;

II – Conclusão do Ensino médio;

III – Comprovação de matrícula no Ensino Médio e declaração do aluno ou do seu responsável de que estão cientes da necessidade da conclusão do Ensino Médio para poder receber o respectivo diploma;

IV – Conclusão de outra modalidade de Ensino Médio; e que tenha o domínio das competências básicas, como:
  • Compreender e saber usar a língua portuguesa como língua materna, para compreender leitura e saber interpretar textos e comunicar-se com o mundo exterior, emitindo o seu princípio crítico.
  • Domínio do cálculo e da ciência numerológica para desenvolvimento das ciências exatas, tais como matemática, física e química, etc.;
  • Saber conviver em grupos sociais e ser produtivo à sociedade a que pertence;
  • Saber compreender a sociedade e suas transformações, bem como o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas. 
 
Perfil Profissional de Conclusão:
 
Perfil Profissional de Conclusão do Auxiliar de Instalações de Sistemas de Energia Elétrica Predial

 
Atua na elaboração de projetos e no acompanhamento da execução das instalações dos sistemas de energia elétrica predial, efetuando cálculos, ensaios e medições; bem como, a produção de documentos de controle específicos.
 
Perfil Profissional de Conclusão do Técnico de Nível Médio em Eletrotécnica

Embasado por sólidos conhecimentos científicos, tecnológicos, de gestão e segurança, o Técnico de Nível Médio em Eletrotécnica atuará na elaboração de projetos e no acompanhamento da execução das instalações dos sistemas de energia elétrica predial e industrial, efetuando cálculos, ensaios e medições; bem como, a produção de documentos de controle específicos e das técnicas de automação elétrica, pode ser responsável por tais projetos e documentos de acordo com as normas estabelecidas pelo órgão responsável pelos profissionais do setor em questão.

OBJETIVO

O Técnico em Automação Industrial / Mecatrônica tem como objetivo melhorar as condições de trabalho  do  homem,  automatizando  linhas e máquinas  de  produção, executando manutenção,  operando  ou  preparando máquinas automáticas e C.N.C., reduzindo custos, estudando melhorias das linhas de produção, executando programas computacionais para as áreas de produção e processamento de matérias primas, produção e desenvolvimento de componentes industriais, distribuição e comunicação de dados,  aumentando a produção para atender a demanda, bem como contribuir para a produtividade e competitividade do mercado.

Adicionalmente, pretende-se:

  • Desenvolver o conceito cognitivo do aluno para a formação profissional e social, capacitando-o para as atribuições definidas pelo Técnico em Automação Industrial / Mecatrônica.
  • Dar uma formação técnica aos alunos em uma integração ESCOLA/EMPRESA, em que articulem as várias disciplinas de cada módulo e que participam todos os seus professores, através da conjugação de esforços orientados por um coordenador responsável na Habilitação Profissional.
  • O curso Técnico de Nível Médio em Automação Industrial / Mecatrônica busca junto às empresas as suas necessidades e práticas e aplica as mesmas em sala de aula, laboratórios, preparando o indivíduo para o mercado de trabalho.
  • Desenvolver e satisfazer às exigências do mercado de trabalho em nível técnico onde o aluno poderá aplicar seus conhecimentos práticos e teóricos adquiridos em sala de aula para atender as necessidades da região e criar no aluno hábito da pesquisa e soluções práticas. 
REQUISITOS DE ACESSO

Será condições para o acesso ao curso:

I – Idade mínima de 16 anos;

II – Conclusão do Ensino médio;

III – Comprovação de matrícula no Ensino Médio e declaração do aluno ou do seu responsável de que estão cientes da necessidade da conclusão do Ensino Médio para poder receber o respectivo diploma;

IV – Conclusão de outra modalidade de Ensino Médio; e que tenha o domínio das competências básicas, como:
  • Compreender e saber usar a língua portuguesa como língua materna, para compreender leitura e saber interpretar textos e comunicar-se com o mundo exterior, emitindo o seu princípio crítico.
  • Domínio do cálculo e da ciência numerológica para desenvolvimento das ciências exatas, tais como matemática, física e química, etc.;
  • Saber conviver em grupos sociais e ser produtivo à sociedade a que pertence;
  • Saber compreender a sociedade e suas transformações, bem como o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas. 
 
PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO

Habilitação: TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO EM MECATRÔNICA

Ao final do curso Técnico de Nível médio em Automação Industrial/Mecatrônica:

 
  • Planeja, supervisiona, controla e realiza ações de montagem e de manutenção corretiva e preventiva de sistemas integrados eletroeletrônicos, eletropneumáticos, eletrohidráulicos e mecânicos, destinados a equipamentos e processos de manufatura, atuando em laboratórios, salas de projeto, em oficinas ou a campo, testando o funcionamento, reparando ou substituindo componentes danificados, empregando conhecimentos técnicos e de gestão, ferramentas e aparelhos específicos, de acordo com normas técnicas, ambientais, de qualidade e segurança, procedimentos industriais e metas da empresa, podendo ainda programar e operar máquinas e sistemas automatizados de manufatura.
  • Detecta avarias funcionais e estruturais em máquinas e equipamentos microprocessados, por meio de métodos de análise de falhas, de acordo com desenhos e diagramas, planejando a execução e a verificação das ações de reparo ou substituição, empregando técnicas e aparelhos de teste.
  • Planeja a instalação, a manutenção e a melhoria de equipamentos e sistemas automatizados, integrando equipes multiprofissionais, empregando técnicas de representação gráfica com auxílio de computador, visando atualização tecnológica, considerando a relação custo-benefício por meio da elaboração de planilhas de custos.
  • Desenvolve o desenho do produto utilizando recursos de computação gráfica, gerando programas de usinagem e enviando-os às máquinas de usinagem e de medição tridimensional a comando numérico computadorizado, podendo elaborar procedimentos para sua fabricação.
  • Controla a qualidade de produtos em processos de usinagem, empregando técnicas, instrumentos e aparelhos de medição, de acordo com normas e padrões de tolerâncias estabelecidos.
  • Participa de programas de manutenção produtiva total, propondo rotinas que visam garantir a disponibilidade máxima dos equipamentos e sistemas automatizados, responsabilizando-se pela higiene, segurança e preservação do meio ambiente.
  • Programa, opera e desenvolve algoritmos de controle para servomecanismos e sistemas automatizados, compondo lógicas sequenciais e combinacionais.
  • Realiza testes, ensaios, inspeções e experimentos referentes ao desempenho dos equipamentos e sistemas automatizados, emitindo relatórios.
  • Realiza atividades de implantação, suporte e manutenção de programas de qualidade e produtividade, utilizando técnicas de gestão da qualidade e administração da produção.
  • Aplica conhecimentos básicos de elementos de conversão, transformação, transporte e distribuição de energia, em trabalhos de instalação e manutenção. 
 
Ao final do curso de qualificação o Operador Técnico de Nível médio em Automação Industrial/Mecatrônica:
 
  • Realiza ações de montagem e de manutenção corretiva e preventiva de sistemas integrados eletroeletrônicos, eletropneumáticos, eletro hidráulicos e mecânicos, destinados a equipamentos e processos de manufatura, atuando em laboratórios, salas de projeto, em oficinas ou a campo, testando o funcionamento, reparando ou substituindo componentes danificados, empregando conhecimentos técnicos e de gestão, ferramentas e aparelhos específicos, de acordo com normas técnicas, ambientais, de qualidade e segurança, procedimentos industriais e metas da empresa.
  • Detecta avarias funcionais e estruturais em máquinas e equipamentos microprocessados, por meio de métodos de análise de falhas, de acordo com desenhos e diagramas.
  • Desenvolve o desenho do produto utilizando recursos de computação gráfica, gerando programas de usinagem e enviando-os às máquinas de usinagem e de medição tridimensional a comando numérico computadorizado, podendo elaborar procedimentos para sua fabricação.
  • Controla a qualidade de produtos em processos de usinagem, empregando técnicas, instrumentos e aparelhos de medição, de acordo com normas e padrões de tolerâncias estabelecidos.
  • Participa de programas de manutenção produtiva total, propondo rotinas que visam garantir a disponibilidade máxima dos equipamentos e sistemas automatizados, responsabilizando-se pela higiene, segurança e preservação do meio ambiente.
  • Realiza testes, ensaios, inspeções e experimentos referentes ao desempenho dos equipamentos e sistemas automatizados, emitindo relatórios.
  • Realiza atividades de implantação, suporte e manutenção de programas de qualidade e produtividade.
  • Aplica conhecimentos básicos de elementos de conversão, transformação, transporte e distribuição de energia, em trabalhos de instalação e manutenção. 

OBJETIVOS
 
Capacitar o Técnico de Nível Médio em Meio Ambiente para o exercício profissional em conformidade com os perfis requeridos.
 
Adicionalmente, pretende-se:
 

  • Capacitar o técnico para transferir seus conhecimentos, habilidades e destrezas para novas atividades e novos contextos; 
  • Contribuir para ampliação e agilização do atendimento das necessidades dos trabalhadores, das empresas e da sociedade; 
  • Desenvolver as competências profissionais na perspectiva do mundo do trabalho e na perspectiva do sistema educativo; 
  • Desenvolver a educação profissional integrada às diferentes formas de educação, ao trabalho, à ciência e à tecnologia e conduzir ao permanente desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva; 
  • Desenvolver as competências profissionais do técnico através de ação conjunta dos profissionais do mundo do trabalho e dos da educação; 
  • Levar o técnico a perceber a necessidade de aquisição de novos conhecimentos e habilidades; 
  • Possibilitar a avaliação, reconhecimento e certificação de conhecimentos adquiridos na educação profissional, inclusive no trabalho, para fins de prosseguimento e conclusão de estudos; 
  • Possibilitar o atendimento das necessidades dos trabalhadores na construção de seus itinerários individuais, que os conduzem a níveis mais elevados de competências profissionais; 
  • Utilizar metodologia que propicia o desenvolvimento de capacidades para resolver problemas novos, comunicar idéias, tomar decisões, ter iniciativa, ser criativo, ter autonomia intelectual e respeitar as regras de convivência democrática. 
 
PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO
 
Habilitação Profissional de Técnico de Nível Médio em Meio Ambiente.
 
O Técnico de Nível Médio em Meio Ambiente atua na área industrial, agrícola, florestal, em órgãos governamentais voltados à questão ambiental, desenvolvendo atividades que objetivam a educação e a preservação ambiental, auxiliando na gestão ambiental.
 
Ao concluir o curso Técnico de Nível Médio em Meio Ambiente, deverá ter adquirido as seguintes competências gerais:
 
  • Aplicar a legislação ambiental local, nacional e internacional; 
  • Aplicar princípios e utilizar tecnologias de preservação e correção da poluição; 
  • Auxiliar na implementação de sistemas de gestão ambiental em organizações, segundo as normas técnicas em vigor (NBR / ISO 14001); 
  • Avaliar as causas e efeitos dos impactos ambientais globais na saúde, no ambiente e na economia; 
  • Avaliar os efeitos ambientais causados por resíduos sólidos, poluentes atmosféricos e efluentes líquidos, identificando as consequências sobre a saúde humana e sobre a economia; 
  • Classificar os recursos naturais (água e solo) segundo seus usos, correlacionando as características físicas e químicas com sua produtividade; 
  • Identificar as fontes e o processo de degradação natural de origem química, geológica e biológica e as grandezas envolvidas nesses processos, utilizando métodos de medição e análise; 
  • Identificar características básicas de atividades de exploração de recursos naturais renováveis e não-renováveis que intervêm no meio ambiente; 
  • Identificar e caracterizar as grandezas envolvidas nos processos naturais de conservação, utilizando os métodos e sistemas de unidades de medida e ordens de grandeza; 
  • Identificar e caracterizar situações de risco e aplicar métodos de eliminação ou de redução de impactos ambientais; 
  • Identificar e correlacionar o conjunto dos aspectos sociais, econômicos, culturais e éticos envolvidos nas questões ambientais; 
  • Identificar os parâmetros de qualidade ambiental dos recursos naturais (solo, água, e ar); 
  • Identificar os procedimentos de avaliação, estudo e relatório de impacto ambiental (AIA / EIA / RIMA); 
  • Identificar os processos de intervenção antrópica sobre o meio ambiente e as características das atividades produtivas geradoras de resíduos sólidos, efluentes líquidos e emissões atmosféricas; 
  • Identificar, caracterizar e correlacionar os sistemas e ecossistemas, os elementos que os compõem e suas respectivas funções; 
  • Interpretar resultados analíticos referentes aos padrões de qualidade do solo, ar, água e da poluição visual e sonora, propondo medidas mitigadoras; 
  • Organizar e atuar em campanhas de mudanças, adaptações culturais e transformações de atitudes e condutas relativas ao meio ambiente; 
  • Utilizar sistemas informatizados de gestão ambiental; 
  • Além das competências gerais referidas, o Técnico de Nível Médio em Meio Ambiente deverá atuar de forma proativa na educação ambiental, buscando a revisão de conceitos sobre o mundo e a vida em sociedade. 
 
Atribuições e Responsabilidades
 
  • Compreender os grandes impactos ambientais globais - suas consequências do ponto de vista econômico; 
  • Conhecer as técnicas, princípios e requisitos legais, procedimentos gerenciais, envolvendo os recursos naturais (água, ar e solo); 
  • Conhecer e interpretar a Legislação Ambiental Brasileira e internacional de maior interesse (normas, atos, convenções); 
  • Conhecer os mecanismos de AIA / EIA / RIMA e sua legislação prevista para o PCA, RCA e PRAD; 
  • Conhecer os mecanismos de percepção e avaliação da significância dos impactos ambientais, domínio de técnicas e procedimentos gerenciais aplicáveis; 
  • Identificar os procedimentos para a exploração racional dos recursos naturais; 
  • Identificar sistemas gestores de áreas degradadas pelas intervenções antrópicas; 
  • Interpretar fotografias aéreas e imagens de satélite meteorológico; 
  • Ler mapas que permitam a formulação de diagnósticos, avaliação de alternativas em manejo ambiental; 
  • Ler e interpretar a legislação dos recursos hídricos. 
Qualificação Profissional de Monitor Ambiental
 
O Monitor Ambiental deve:

 
  • Atuar em atividades de monitoria ambiental, prestando orientações a grupo de pessoas em ações diretas sobre o meio ambiente e em atividades de lazer relacionadas com o mesmo; 
  • Colaborar em atividades, visando à economia de recursos na busca do desenvolvimento sustentável. 
Ao concluir o Módulo I, o Monitor Ambiental deverá ter adquirido as seguintes competências:
 
  • Auxiliar equipes técnicas em atividades de preservação ambiental; 
  • Classificar os recursos naturais e seu processo de degradação natural; 
  • Correlacionar os sistemas e ecossistemas, sua composição e funções; 
  • Identificar e correlacionar o conjunto de aspectos sociais, econômicos, culturais e éticos envolvidos nas questões ambientais; 
  • Identificar situações de risco e agressões ao meio ambiente e auxiliar no encaminhamento de soluções; 
  • Participar de práticas de educação ambiental. 

Atribuições e Responsabilidades
 
  • Identificar características básicas de exploração de recursos naturais; 
  • Identificar e caracterizar as grandezas envolvidas nos processos naturais de conservação; 
  • Identificar e comparar os principais ecossistemas brasileiros; 
  • Identificar os parâmetros de qualidade ambiental dos recursos naturais (água, solo e ar); 
  • Identificar, caracterizar e correlacionar os sistemas e ecossistemas, os elementos que os compõem e suas respectivas funções, avaliando os graus de diversidade. 
 
Qualificação Profissional de Operador Técnico de Nível Médio em Meio Ambiente
 
O Operador Técnico de Nível Médio em Meio Ambiente, atua profissionalmente, auxiliando o técnico em suas atividades voltadas à educação e a preservação ambiental.
 
 
Ao concluir o Módulo II, deverá ter adquirido as seguintes competências:
 
  • Aplicar princípios e utilizar tecnologias de prevenção da poluição; 
  • Auxiliar na implementação de sistemas de gestão ambiental em organizações, segundo as normas técnicas em vigor; 
  • Correlacionar as características físicas e química dos recursos naturais com sua produtividade; 
  • Identificar características básicas de atividades de exploração de recursos naturais renováveis e não renováveis que intervêm no meio ambiente; 
  • Identificar, caracterizar e medir as grandezas envolvidas nos processos naturais de conservação ambiental; 
  • Utilizar métodos de medição e análise do processo de degradação ambiental; 
  • Utilizar sistemas informatizados de gestão ambiental. 
 
Atribuições e Responsabilidades
 
  • Auxiliar na promoção de tecnologias limpas, na solução de problemas relacionados com a emissão de poluentes; 
  • Avaliar as consequências das intervenções em sistemas hídricos e no solo; 
  • Avaliar os processos naturais de autodepuração dos cursos d'água; 
  • Colher amostras de solo e de água; 
  • Conhecer e interpretar a Legislação Ambiental Brasileira e internacional de maior interesse (normas, atos, convenções); 
  • Conhecer o Sistema de Gestão Ambiental, segundo a NBRASO 14001; 
  • Conhecer os mecanismos de AIA, EIA/RIMA e sua legislação prevista para o PCA, RCA e PRAD; 
  • Conhecer os parâmetros e padrões de emissão de indicadores de poluição e analisá-los; 
  • Conhecer os processos de degradação natural de origem química, geológica e biológica; 
  • Correlacionar as características físicas e químicas dos recursos naturais com sua produtividade; 
  • Identificar as fontes de degradação natural dos recursos hídricos; 
  • Identificar características básicas de atividades de exploração de recursos naturais renováveis e não renováveis que intervêm no meio ambiente; 
  • Identificar os parâmetros de qualidade ambiental dos solos, dos recursos hídricos e do ar; 
  • Identificar, caracterizar e medir as grandezas envolvidas nos processos naturais de conservação ambiental; 
  • Ler e interpretar a legislação dos recursos hídricos; 
  • Utilizar métodos de medição e análise do processo de degradação ambiental.

Carregando...